quarta-feira, 30 de junho de 2010

Piauí vê no turismo rural oportunidade rentável de novos negócios

“O Turismo Rural é mais um alternativa de geração de renda para os agricultores e agricultoras familiares”. A frase é do diretor-geral do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Piauí - Emater, Adalberto Nascimento Filho, que participou do encerramento da Oficina de Nivelamento Técnico e Planejamento de Ações, realizada pelo Instituto. Além dos conhecimentos teóricos foram trabalhadas metodologias de diagnóstico rápido e plano de ação. Um exemplo disso é a comunidade Pedra Branca, nome fictício criado pelos participantes que, de acordo com a articuladora Estadual de turismo rural na Agricultura Familiar no Emater, Márcia Mendes, foi criada para simular diagnóstico e plano com ênfase no Turismo Rural.

“O trabalho foi dividido em grupos com dimensões especificas: Econômica, Sócio – Cultural e Político Organizacional”, explica Mendes, dizendo que partindo desse ponto todo o trabalho que propunha transformar a comunidade em um potencial turístico rural, foi realizado com olhar para potenciais naturais que poderiam ser transformados em atrativos turísticos.

Consolidação

A diretora de Educação e Extensão do Emater, Laura Emília de Carvalho Meireles informou que o turismo rural é mais uma alternativa para que a agricultura familiar consolide o trabalho de incentivo aos pequenos agricultores e agricultoras que já é realizado. “O turismo rural vem consolidar nosso trabalho”, comemora.

O facilitador da Agreape (antiga Emater) de Mato Grosso do Sul, Airton Garcês, que participou do evento comentou que o Piauí é um Estado que tem muito potencial para o desenvolvimento do Turismo. “Gostei muito do que vivenciei aqui. Principalmente pelo empenho dos participantes”, diz Garcês, reforçando que os envolvidos nesta área estão muito empenhados em fazer valer essa prática e programar projetos de apoio a atrativos turísticos.

O evento, que foi realizado pelo Emater através da Diretoria de Educação e Extensão- DIEEX, em parceria com a Secretaria Estadual de Turismo-Setur, Secretaria de Desenvolvimento Rural – SDR com o objetivo de explanar conhecimentos sobre Turismo Rural na Agricultura Familiar, uma das redes temáticas do Emater, contemplou 16 comunidades, sendo beneficiados 16 agricultores e agricultoras familiares, 16 técnicos articuladores de 10 regionais do Estado: Teresina, Oeiras, Valença, Floriano, São Raimundo Nonato, Picos, Campo Maior, Parnaíba, Piripiri e Esperantina.

fonte:http://www.cidadeverde.com/piaui-ve-no-turismo-rural-oportunidade-rentavel-de-novos-negocios-59940

Ismailon Moraes

Piripiri - PI 100 anos: conheça os pontos turísticos tradicionais da cidade


Religiosidade e turismo se misturam na cidade que comemora seu centenário no proximo mês de julho.

Ismailon Moraes

sábado, 26 de junho de 2010

Prefeitura de Teresina - PI seleciona 4 iniciativas para Incubadora de Artesanato

A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), concluiu o processo seletivo de empreendedores para Incubadora de Artesanato Artístico de Teresina (INART). Após analise dos planos de negócios, feita pelo comitê gestor da INART, foram selecionadas quatro empresas/empreendedores para incubação definitiva.

Segundo Adriana Araújo, assessora técnica da SEMDEC responsável pelo projeto, todas as cartas-consultas foram analisadas e julgadas com muito cuidado. “Todos os inscritos cumpriram as normas estabelecidas no edital 02/2010 e apresentaram trabalhos magníficos. O projeto dará apoio técnico e gerencial aos incubados que será realizado por consultores contratados para serviços específicos, formando um banco de dados de profissionais e empresas para a implementação de ações específicas voltadas para as necessidades de cada uma”, enfatiza Adriana.

Ainda de acordo coma assessora técnica, o parecer final homologado foi baseado nos critérios da viabilidade técnica, econômica e financeira do empreendimento; capacidade gerencial, técnica e condições financeiras apresentadas pelos proponentes; impacto modernizador na economia como geração de emprego e renda; viabilidade mercadológica do empreendimento e, por último, a empresa teria que ter sede obrigatória em Teresina e mercado de atuação, preferencialmente, no Piauí.

No próximo dia (14) os candidatos selecionados assinarão o contrato da incubação definitiva e, a partir de então, eles terão o prazo máximo de 36 meses para constituir suas empresas. Durante esse período, a INART oferecerá serviços de apoio técnico com consultores contratados para assessorar os empreendedores, além de formar um banco de profissionais para implementar as ações voltadas para o empreendedores/empresas incubadas.

A Incubadora do Artesanato é voltada para empreendedores que têm uma idéia de negócio na área do artesanato artístico, conhecem como viabilizá-la, mas necessitam de apoio tecnológico e capacitação empresarial para elaboração do protótipo/processo compatível com o mercado. Tem como objetivo apoiar a criação e/ou fortalecimento de novos negócios na área do artesanato artístico (cerâmica, madeira, reciclável, grafitagem e tecido).

Lista dos selecionados:
1º Acoste – Associação de Costureiras de Teresina do bairro Dirceu;
2º Washington Gabriel Cruz;
3º Eliaquim Pereira Meninéa;
4º Luiz Gonzaga de Sousa Neto.

fonte:http://www.cidadeverde.com/prefeitura-seleciona-4-iniciativas-para-incubadora-de-artesanato-60532

Ismailon Moraes

Oficialmente aberta a segunda edição do CajuFestMel em Picos - PI


O governador Wilson Martins participou da abertura oficial da segunda edição do CajuFestMel, realizada na noite da última quinta-feira, (24/06), no município de Picos. O evento, um dos mais importantes de todo o Estado, promete reunir nos três dias de festa quase 50 mil pessoas. Após cumprir uma extensa agenda na região sul, o governador abriu oficialmente o Cajufestmel na companhia da deputada e primeira-dama Lilian Martins, do prefeito Gil Paraibano e da população local.

Segundo o governador, o CajuFestMel já se consolidou como um dos eventos mais importantes do Piauí. “Ele une negócios, lazer e cultura, sendo de extrema importância por fomentar a agricultura familiar, os arranjos produtivos e representa a grandiosidade do nosso povo, da nossa gente. Picos representa o Piauí em desenvolvimento. Uma região que a cada ano se consolida como uma da mais expressivas do Piauí”, disse.

O município de Picos apresenta hoje um dos maiores PIBs do Estado, sendo que a região fiscal do município arrecada mais que as regiões fiscais de Parnaíba, Floriano e Campo Maior juntas. Com o evento, que já é referência na Região Nordeste e atrai investidores de todo o Brasil, o objetivo do Governo do Estado é transformar a região em um polo nacional ligado à apicultura e à produção de castanha de caju. Os dois estão entre os produtos piauienses mais exportados para a Europa e América do Norte.

Na programação, oficinas, palestras, desfiles de moda e apresentações de grupos artísticos da região, além de shows com várias bandas locais e regionais. Nesta segunda edição, o Governo do Estado terá participação efetiva com dois arranjos produtivos que têm contribuído com o desenvolvimento, principalmente para trabalhos em cooperativas e associações.

Ainda no município de Picos, o governador Wilson Martins visitou e inaugurou uma série de obras na região. Segundo ele, o investimento no município ultrapassa a casa dos R$ 20 milhões. “Hoje estamos autorizando a retomada das obras da estrada que liga Picos ao município de Itaueira. Além disso, estamos autorizando também a construção de uma ponte no município no valor de R$ 6 milhões”, revelou. Ainda segundo o governador, um investimento de R$ 4,5 milhões será feito na conclusão do ginásio poliesportivo no município. “Outras obras que inauguramos no município foi a pavimentação asfáltica do acesso até o IFPI e até a Universidade Federal. É por estas e outras razões que estou aqui muito feliz como governador do Estado, na minha terra, na minha região, reencontrando amigos e festejando nessa segunda edição do CajuFestMel”, finalizou.

fonte:http://180graus.brasilportais.com.br/cidades/oficialmente-aberta-a-segunda-edicao-do-cajufestmel-339853.html

Ismailon Moraes

Londres tem restaurante vegan dentro de um ônibus de dois andares

Dica: os vegetarianos radicais podem comer muito bem e de forma muito original no Vegan Routes, um ônibus londrino. A cada dia que passa o mundo ganha mais vegans, aquele tipo de vegetariano super radical que não come nem os alimentos vindos do animal (como leite e ovos). Se você faz parte deste grupo e pensa em viajar para Londres, saiba que existe um restaurante muito legal especialmente para você.

Batizado de Vegan Routes (Rotas Vegan), o restaurante fica dentro de um típico ônibus londrino, aquele vermelho de dois andares. Lá dentro o menu é 100% orgânico e caseiro – e, precisamos comentar, também é bem viável monetariamente. Agora, se você não é vegan, não custa nada fingir ser assim por uma refeição apenas, pois a experiência de comer neste ônibus é única e vai dar uma foto bem legal para o seu álbum de viagens. O ônibus está sempre estacionado na Brewer Street, número 32 (Soho).

fonte:http://spintravel.blogtv.uol.com.br/2010/06/08/londres-tem-restaurante-vegan-dentro-de-um-onibus-de-dois-andares

Ismailon Moraes

Abercrombie & Kent lança pacotes Cinema-cations


Companhia de viagens de luxo Abercrombie & Kent cria pacotes inspirados em destinos imortalizados no cinema. Que atire a primeira pedra a pessoa que nunca assistiu a algum filme e imaginou como seria legal conhecer o país que virou sede das filmagens. Pode ser a cidade Casablanca, eternizada pelo romance de Humphrey Bogart e Ingrid Bergman, pode ser o Nilo, que ficou um espetáculo no suspense Morte no Nilo de Agatha Christie, pode ser a emocionante e artística Paris de Código Da Vinci e por aí vai!

A companhia de viagens de luxo Abercrombie & Kent percebeu esse fascínio das pessoas pelas cidades do cinema e criou os Cinema-cations, pacotes de viagens inspirados nos filmes. Por exemplo: eles têm uma aventura marroquina graças a Sex And The City 2 (com direito a passeio a camelo), uma viagem à Índia por conta de Comer, Rezar, Amar (foto) e até um tour pela Grã-Bretanha inspirado pela primeira parte do Harry Potter e as Relíquias da Morte. Se o filme que você gosta não estiver no roteiro (de viagem, claro), é só falar e a Abercrombie & Kent faz um pacote especial. Siga os passos dos seus atores favoritos e realize de uma vez o sonho de conhecer o lugar em questão – só não precisa reviver os dramas, ok?

fonte:http://spintravel.blogtv.uol.com.br/2010/06/22/abercrombie--kent-lanca-pacotes-cinemacations

Ismailon Moraes

Museu Folclórico Norueguês é excelente dica de passeio

Nada melhor que o Museu Folclórico Norueguês para conhecer muito sobre a história do país. Uma vez na Noruega, visite o Museu Folclórico Norueguês, o maior museu do país e que não é um museu tradicional. Ele é um museu ao ar livre e mostra a evolução da cultura norueguesa desde 1500 até os dias atuais. Aberto desde 1984 e localizado perto de Oslo, o museu conta com cerca de 150 construções que representam as regiões e diferentes períodos históricos. É possível ver roupas, tradições, artesanato, documentos, decoração, música, dança, brinquedos, gastronomia, esportes... tudo o que puder ajudar a contar sobre a cultura da Noruega.

Um dos destaques do museu é a Igreja de Gol (foto), a construção mais antiga do local e que foi construída em 1200 toda em madeira. O museu está aberto praticamente o ano todo (só fecha quando o inverno está muito rigoroso) das 10 às 20 horas. A entrada custa 12 euros para adultos, mas existem preços especiais para menores de idade e para famílias.

fonte:http://spintravel.blogtv.uol.com.br/2010/06/24/museu-folclorico-noruegues-e-excelente-dica-de-passeio

Ismailon Moraes

O estilo SoHo, de Nova York, no bairro cultural de Braamfontein, em Johannesburgo

Nos anos 50, Braamfontein, um bairro empoleirado ao norte do Central Business District, era celebrado por três instituições culturais-chave – o Teatro Cívico, o Teatro Alexander e a Universidade de Witwatersrand – que ajudavam a manter o bairro artístico, intelectual e levemente integrado mesmo durante a época do apartheid. Hoje, o trio ainda forma a espinha dorsal do atrativo cultural de Braamfontein, apesar de suas ruas estarem bem mais vibrantes graças a uma nova geração de lojas de design, restaurantes, galerias e empreendimentos imobiliários residenciais.

O recém-chegado mais ambicioso pode ser o Co-Op (68 Juta Street; 27-11-023-0336; co-opjoburg.com), um espaço de arte com múltiplas salas que abriu em outubro passado e é uma parceria entre a What If the World Gallery, com sede na Cidade do Cabo, e a Dokter & Misses, uma marca local de design industrial. Na sala da frente, Katrin Lewinsky, a curadora de origem alemã da Co-Op, exibe tanto artes visuais quanto instalações de autoria de jovens sul-africanos (obras recentes de artistas como Cameron Platter e Dan Halter custam a partir de 15 mil rands, ou US$ 1.960, com o dólar cotado a 7,33 rands). Em uma sala mais ao fundo, os designers industriais Adriaan Hugo e Katy Taplin vendem seus móveis minimalistas, mas funcionais, como vasos de plantas metálicos para parede (2.800 rands), juntamente com modas frugais, com as camisas simples do estilista da Cidade do Cabo, David West (650 rands).

O espaço estilo galeria dobrando a esquina (apesar de ainda dentro do mesmo prédio grande) é o Tiltt (155 Smit Street; 27-11-339-5240), que oferece grifes globais de “street wear” com uma reverência pela alta cultura. Apesar das camisetas e agasalhos atraírem os descolados para dentro da loja, é a coleção de calçados cult da Tiltt, incluindo marcas como Creative Recreation e String Republic, com preços a partir de cerca de 150 rands, que os mantêm lá dentro. Do outro lado da rua, os designs cheios de contas da Willowlamp (6 De Beer Street; 27-11-403-6714; willowlamp.com) podem ser feitos sob encomenda para lares e escritórios em seu ateliê no local. As luminárias reluzentes, esculturais, parecidas com amebas, são populares nos restaurantes finos de Johannesburgo. Um chamativo candelabro cromado custa 45.990 rands.

Os designs de Willowlamp podem parecer um pouco deslocados no Café de la Vie (6 De Beer Street; 27-11-403-9805), um bistrô em um dos raros prédios vitorianos originais do bairro, com uma fachada verde-limão e interior rústico. O proprietário e chef, Deon Jacobs, serve pratos caseiros clássicos pan-europeus – peixe com batata frita, saladas de carne quentes – cercados de antiguidades e bugigangas contemporâneas, tudo à venda. Um conjunto de peças de cerâmica dos anos 50custa 200 rands

Em 2006, Carlyn Zehner, a proprietária do restaurante Narina Trogon (81 De Korte Street; 27-11-339-6645; narinatrogon.com), buscou injetar um pouco do estilo do SoHo (SoHo é um bairro na cidade de Nova York, em Manhattan, nos Estados Unidos) em Braamfontein. Três anos depois, as mesas ainda estão lotadas em seu restaurante verde azulado. O espaço tipo loft é elegante e moderno, com um belo jardim e um espaço para festa na cobertura, e o cardápio do restaurante inclui pratos igualmente ecléticos, como a caçarola de frango e legumes moçambicana (80 rands). Os cookies saídos do forno, bolos e tortas são acompanhados do forte café etíope Bean There, uma torrefadora local.

Um estabelecimento ainda mais velho, mas com um novo brilho, é o histórico Teatro Alexander (36 Stiemens Street; sem telefone; thealex.co.za), construído em 1951. Recentemente restaurado, o Alex, como é conhecido, recebe não apenas versões locais de sucessos da Broadway, como “Rent”, mas também soirées com coquetéis em seu bar Play, de cor escarlate. Como o próprio Braamfontein, o Alex é um lugar onde o velho se encontra com o novo.

Tradução: George El Khouri Andolfato

fonte:http://viagem.uol.com.br/ultnot/2010/06/25/o-estilo-soho-em-johannesburgo.jhtm

Ismailon Moraes

Londres - Greenwich e Tâmisa


Muitos consideram Londres como sendo o centro do mundo. E ela é no que se refere aos horários e as datas. Acontece que por aqui passa o Meridiano de Greenwich, a linha imaginária que divide o mundo em duas partes, estabelecendo o marco zero para os fusos horários e a marcação das longitudes do planeta. Este mediano foi estabelecido em 1851 por Sir George Biddell Airy e deste então tem sido a referência mundial para localização, data e hora. A linha do meridiano passa por dentro do parque que lhe empresta o nome, na verdade, passa por cima do Real Observatório de Greenwich, lugar que já foi freqüentado por ilustres cientistas. O observatório foi construído sobre uma colina bem no centro do parque e desde o alto se pode ver o rio Tâmisa e a Casa da Rainha. Este palacete já foi residência de verão da monarquia inglesa por vários séculos. Um dos seus habitantes ilustres foi o rei Henrique VIII.

Passamos a manhã no parque, visitamos o observatório e o museu que ele abriga. Nele pudemos ver peças interessantes ligadas à astronomia e a marcação do tempo. Logo na entrada um relógio chamou nossa atenção. Seu mostrador tem 24 horas e não 12 como é comum. Outro relógio interessante está no jardim. É um relógio solar com a escultura de dois golfinhos, onde a sombra das caldas é que marca a hora certa. Não pudemos também deixar de tirar uma foto (turisticamente obrigatória) sobre a linha do meridiano, um pé no leste e outro no oeste.

Depois de muitas fotos, descemos para a movimentada comunidade de Greenwich. Ao redor da igreja se estendem ruas simpáticas e bem arrumadas. Aos finais de semana é montado o Greenwick Market, onde se pode encontrar quase de tudo, desde comidas típicas até moedas raras. Nas margens do rio, um conjunto de prédios seculares e imponentes abriga o Naval Royal College e o Museu Nacional Marítimo, este último, digno de uma visita. Próximo ao rio, encontramos o Cutty Sark, um genuíno navio comercial do século XIX aberto a visitação.

Desde o píer de Greenwich embarcamos em um catamarã que faz o transporte regular através do Tâmisa. Estes barcos, que também oferecem serviços turísticos ligam Greenwich à região de Westminster, onde está o Parlamento. É uma maneira diferente de ver Londres, pois desde o rio pode-se observar com cuidado as fachadas dos prédios, conjuntos residências, igrejas e as pontes. No percurso atravessamos por debaixo de 10 delas, inclusive da mais bela de todas, a Tower Bridge. Tivemos a sorte de vê-la se abrir no momento da nossa passagem. Um espetáculo impressionante.

Nosso passeio terminou em frente à London Eye, uma gigantesca roda gigante as margens do Tâmisa. Foi um dia incrível que deixou um desejo de conhecer mais e mais desta linda cidade, que para nós hoje é o centro do mundo.

Peter Goldschmidt
Membro da Família Goldschmidt e consultor de turismo da Gold Trip, uma agência de viagem especializada em América Latina.
www.familiagold.com.br // www.goldtrip.com.br

fonte:http://ecoviagem.uol.com.br/blogs/familia-goldschmidt/dicas-de-viagens/londres-greenwich-e-tamisa-12234.asp

Ismailon Moraes

Morro do Canal, uma ótima opção para escaladas no fim de semana em Curitiba (PR)


Domingo de sol na montanha na companhia de amigos. Desta vez a montanha escolhida foi o Morro do Canal, localizado em Piraquara, região metropolitana de Curitiba. O caminho até o Morro do Canal margeia as Barragens Piraquara I, II e III, e leva cerca de uma hora desde Curitiba, a estrada é de chão e está em bom estado.

O cume da montanha (1.373m) proporciona a vista da Baia de Antonina e das montanhas da Serra do Mar e a caminhada até lá leva cerca de 1h30. A trilha que leva ao cume foi recentemente toda pavimentada, facilitando o acesso e preservando a vegetação local. O caminho segue quase que em sua totalidade por pedras, o que evita a erosão e o alargamento da trilha. O projeto de revitalização foi um investimento da Sanepar em contrapartida a construção da Barragem Piraquara II e, além da fixação de degraus e correntes, também trabalhou no sentido de retirar as espécies exóticas da vegetação que prejudicam a proliferação da flora nativa. Atualmente qualquer pessoa pode subir ao cume do Morro do Canal, tenha oito ou oitenta anos, só necessita mesmo é de disposição.

Além da trilha que leva ao cume, o morro do Canal tem outras atrações, dezenas de vias de escalada que vão do quarto ao oitavo grau. O setor mais conhecido fica localizado já no final da trilha que chega ao cume, pegando uma trilha secundaria à esquerda. A rocha é um granito muito semelhante ao do morro do Anhangava (Quatro Barras, PR), abrasivo e resistente, com agarrinhas e muita aderência.

Vias imperdíveis - Entre as escaladas mais conhecidas está a Pirilampo, uma via graduada como 5ºSup, a verticalidade da via e a grampeação espaçada garante muita emoção para quem está guiando. Outra imperdível é a Viaduto, localizada no mesmo setor da Pirilampo, e graduada como um 7ª. O lance técnico mais difícil é logo na saída mas ao longo da via as agarrinhas na pedra meio sujas desaparecem e tornam o trecho final fácil e bem trabalhoso.

Mesmo morando praticamente ao lado do Morro do Canal, está foi a quarta ou quinta vez que escalei por lá. Porém, desta vez pude conhecer outro setor com uma rocha bem distinta da existente nas escaladas que eu já havia provado. A pedra, um granito mais negro, simplesmente não tem agarras, pura aderência com alguns abaloados ou canaletas. Aí o bicho pega, a via mais fácil é um 6ºSup e daí vai até o 8º, um puro levitar. Segundo escaladores que frequentam o Morro mais assiduamente, ainda existe um excelente setor de fendas, boulders e muita coisa para conquistar. No fim do dia além de curtir o espetáculo gratuito do por do sol, ainda dá para comer um pastel delicioso logo no fim da trilha onde os carros ficam estacionados. Passeio de domingo completo.

fonte:http://webventureuol.uol.com.br/montanhismo/conteudo/noticias/index/id/28354

Ismailon Moraes

"Museu do Apartheid" é parada obrigatória para turistas

"Só para europeus", "só para brancos", banheiros para brancos e para não brancos, sete grandes telas de 12 metros de altura como símbolo dos sete pilares da Constituição e 121 forcas que representam os prisioneiros políticos executados pelo sistema da segregação racial. Assim é o "Museu do Apartheid", situado em Soweto, ao sudoeste de Johanesburgo, levantado em uma área da faixa industrial e mineradora conhecida como Gold Reef.

Muitos lugares da África do Sul contam sua história cultural, política e social, mas este museu é talvez um dos mais tradicionais e um dos cenários mais visitados pelos turistas e torcedores durante esta Copa do Mundo. Cerca de 400 pessoas o visitam diariamente, por um custo de US$ 10, que facilita a entrada a um espaço que ilustra, e denuncia, a política do 'apartheid' imposta em 1948 pelo partido nacional dos "afrikaners" (descendentes de holandeses e huguenotes franceses).

Uma de suas primeiras leis foi a criação de locais para os sul-africanos negros das proximidades de grandes metrópoles, como foi o caso de Soweto, onde predominava a pobreza, a aglomeração e a opressão e onde as manifestações e a repressão policial eram frequentes na década de 70. No dia 16 de junho de 1976, cerca de 15 mil alunos de ensino médio protagonizaram uma manifestação de protesto pela imposição dos "afrikaners" como linguagem oficial na escola. A Polícia abriu fogo e centenas de pessoas morreram.

Este regime terminou no dia 2 de fevereiro de 1990, quando o então presidente Frederick de Klerk anunciou a legalização do Congresso Nacional Africano. Nove dias depois, Nelson Mandela foi libertado após 27 anos na prisão. Todo este passado de opressão está relatado no museu por meio de fotos, vídeos, esculturas e testemunhos escritos, além de recintos com uma série de documentos sobre as distintas classificações raciais decretadas pelo regime segregacionista.

Também narra a vida e ideais de Mandela e os acontecimentos que marcaram sua vida, entre eles sua estadia na prisão da ilha Robben, no extremo sul da África do Sul, onde passou 18 dos 27 anos que durou seu cativeiro. Neste lugar, pode ser vista a camiseta da equipe sul-africana quando o país ganhou da Austrália na final da copa mundial de rúgbi em 1995, assim como outros momentos importantes em sua vida política, como quando saiu da prisão e quando ganhou as eleições para presidente em abril de 1994, pouco menos de um ano antes de receber o Nobel da Paz.

fonte:http://viagem.uol.com.br/ultnot/efe/2010/06/25/museu-do-apartheid-e-parada-obrigatoria-para-turistas.jhtm

Ismailon Moraes

As belas cerâmicas do Poty Velho em Teresina - PI

Vou abrir um parênteses aqui, deixa a viagem de bicicleta um pouco de lado para falar um pouco sobre o Artesanato Cerâmico do Poty Velho, que ouvi falar através da minha amiga Raquel, teresinense, colega de profissão e também simpatizante da bicicleta como meio de transporte. Em primeiro momento até imaginava o que iria encontrar, pois estou acostumado a ver peças cerâmicas, em sua maioria, com forma de bichos, plantas e outras coisas que eu considero pouco criativas, não representa a cultura local no aspecto da imagem e é fácil de ver por todo o nordeste, as vezes mudando somente o nome da cidade.

Enfim, voltando ao que interessa, em um belo dia fui para o tão falado e bonito encontro dos rios Poti e Parnaíba e na volta, já começava a ver as cerâmicas expostas na frente de pequenas casas, do tipo que descrevi acima, a medida que fui chegando no Pólo Cerâmico aumentavam a quantidade, até que ao passar pela frente eu reparei em umas mandalas de cerâmica muito bonita, algumas com desenhos rupestres, representando o estado do Piauí e mais especificamente a cidade de São Raimundo Nonato, local onde foram encontrado o mais antigo resquício do homem na América do sul.

Esse tipo de cerâmica tinham somente em 3, ou talvez 4 lojas do pólo, fiquei bastante impressionado com a qualidade do acabamento das peças, por ser Arquiteto e conhecer o ramo da decoração, de imediato reconheci o valor daquele trabalho, cerâmicas de alta qualidade e ao mesmo tempo que são finas não perdem o toque de rusticidade. São ótimas e combinam praticamente com todos os ambientes, seja ele residencial ou comercial.

O Pólo Cerâmico do Poty Velho fica na Rua Desembargador Flávio Furtado, próximo ao Parque Encontro dos Rios, no Bairro Poty Velho, zona norte de Teresina - PI. Mais informações sobre o pólo e vendas de artesanato podem ser conseguidas através do telefone (86) 3213 7573. Acesse também o site do Pedais pelo Mundo http://www.pedaispelomundo.com/ e não esquece de deixar o seu comentário.

fonte:http://ecoviagem.uol.com.br/blogs/pedais-pelo-mundo/boletins/as-belas-ceramicas-do-poty-velho-teresina-pi-12182.asp

Ismailon Moraes

Família Müller mostra Curaçao no Caribe


Participe ao vivo do programa VIAJANDO COM A FAMÍLIA MULLER toda quinta feira as 10h na ClicTV.

Ismailon Moraes

Qatar Airways inaugura rota Doha-São Paulo-Buenos Aires

A Qatar Airways inaugurou dia 24/06) voos diários regulares para o Brasil e a Argentina, marcando sua primeira incursão na América do Sul. A rota parte de Doha (Catar) e tem como destino as cidades de São Paulo e Buenos Aires. A nova operação completa um programa de cinco meses de expansão, com o início de voos para Bangalore, Copenhague, Ancara, Tóquio e Barcelona.

Akbar Al Baker, CEO da Qatar Airways, acompanhou uma delegação formada por pelo embaixador do Estado do Catar no Brasil, Anuar Nahes, pelo embaixador da Argentina para o Catar, Ruben Caro, e pela mídia internacional da Ásia e da região do Golfo no voo inaugural QR921 de Doha para São Paulo, que agora segue para Buenos Aires. As solenidades no aeroporto foram realizadas com a presença de oficiais governamentais, aeroportuários e empresários.

Os novos voos sul-americanos oferecem conexões para todo o Oriente Médio, África e região da Ásia-Pacífico via o centro da companhia, em Doha. As conexões incluem Tóquio, Xangai, Cingapura, Pequim, Melbourne, Nairobi, Beirute, Dubai e Muscat. Os voos serão operados em aeronaves Boeing 777-200 de longa distância, com 259 assentos (217 na Classe Econômica e 42 na Classe Executiva).

Confira os horários dos voos Doha – São Paulo – Buenos Aires:

Saída Doha International Airport (diário):
QR921 – às 8h com chegada em São Paulo às 16h25
Saída São Paulo Guarulhos International Airport (diário):
QR921 – às 17h40 com chegada em Buenos Aires às 20h30
Saída Buenos Aires, Ezeiza International Airport (diário):
QR922 - às 23h05 com chegada em São Paulo às 01h55 do dia seguinte
Saída São Paulo Guarulhos International Airport (diário):
QR922 - às 03h10 com chegada em Doha às 23h10

fonte:http://www.mercadoeeventos.com.br/script/FdgDestaqueTemplate.asp?pStrResolucao=1024&pStrLink=3,26,0,60347&IndSeguro=0

Ismailon Moraes

Nova York lança campanha de incentivo ao turismo na cidade


A NYC & Company, responsável pelo marketing e turismo oficial de Nova York, anunciou sua nova campanha, contando com suporte de organizações parceiras como American Express, American Airlines e Travelocity, com o slogan "See More. Be More. This is New York City" (Veja Mais. Seja Mais. Isto é Nova York). Os esforços conjuntos têm como objetivo alavancar a indústria de turismo, que atualmente emprega mais de 308 mil nova-iorquinos e gera um impacto de USD 28 bilhões na economia.

"O lançamento de hoje é uma grande notícia para o turismo de Nova York, um dos setores mais fortes da nossa indústria", informa George Fertitta, CEO da NYC & Company. "O objetivo da campanha é espalhar para o mundo toda a vibração desta cidade, que continua a surpreender a cada dia. A meta é atingirmos uma audiência global e nos mantermos como destino número 1 dos EUA", finaliza.

A expectativa de público com a nova campanha, é 47.1 milhões de turistas em 2010, de acordo com a estimativa da NYC & Company. E é também parte do objetivo final do Prefeito Bloomberg, cuja meta é chegar aos 50 milhões de visitantes anuais até 2012.

"See More, Be More" já pode ser vista pelo site nycgo.com/getmorenyc e acompanhada pelo Twitter (@nycgo) e Facebook (facebook.com/nycgo), onde há jogos interativos que identificam o internauta com os diversos perfis de nova-iorquinos.

fonte:http://www.mercadoeeventos.com.br/script/FdgDestaqueTemplate.asp?pStrResolucao=1024&pStrLink=3,43,0,60389&IndSeguro=0

Ismailon Moraes

Caravana Brasil destaca inserção do turismo no desenvolvimento dos estados


De acordo com Daniela Sarmento, coordenadora do Projeto Caravana Brasil, cerca de 40 novos produtos foram colocados no mercado a partir dessa iniciativa criada pelo Ministério do Turismo em parceria com a Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa). "Foram realizadas 100 caravanas para quase 450 destinos, com a participação de 900 profissionais. No balanço, houve uma ampliação de 36% na divulgação de produtos e novos roteiros", disse.

Segundo Daniela, a proposta do projeto é mostrar como o turismo se insere no desenvolvimento econômico dos estados. "As ações do projeto pretendem desenvolver o mercado turístico das regiões visitadas e proporcionar conhecimento e qualificação dos envolvidos no segmento. O objetivo é gerar renda e inclusão social", explicou.

No 1º semestre de 2010 foram realizadas as seguintes Caravanas: Foz do Iguaçu, Maceió – Maragogi, Chapada das Mesas, Rio de Janeiro – Paraty – Angra dos Reis, Fernando de Noronha, Corumbá, Goiânia – Caldas Novas – Rio Quente, para agentes de viagens e operadores, Curitiba – Morretes – Ilha do Mel e Vitória – Montanhas Capixabas.

A mais recente viagem contempla a área de Aracaju – Canindé do São Francisco e acontece até o próximo dia 27 de junho. O MERCADO&EVENTOS está presente. Para o 2º semestre estão programadas viagens para Santarém com Alter do Chão apenas para os jornalistas; Manaus, Belém, Chapada Diamantina, Cânions gaúchos e catarinenses e São Luís com Lençóis Maranhenses. Esse último será direcionado para agentes de viagens e operadores. As inscrições para participar das próximas Caravanas Brasil já estão abertas. De acordo com a coordenadora, antes de cada viagem é feita uma capacitação local para adequar o roteiro ao foco dos participantes. "Em Sergipe, a base da economia ainda é muito focada na exploração do petróleo e do cloreto de potássio, porém, o turismo vem se desenvolvendo e começa a surgir como alternativa para a composição do PIB", disse Cris Abreu, executiva da Empresa Sergipana de Turismo (Emsetur).

Segundo Cris, é recente a descoberta do turismo como importante fonte de renda para o Sergipe e a proposta é investir, cada vez mais, no turismo de negócios. "Essa é a porta de entrada para se conquistar turistas a lazer", comentou. Os maiores polos emissores para Sergipe são Bahia e São Paulo e as principais motivações que alavancam o lazer são o sol, as praias e os cânions de Xingó. "Temos um estado muito bem estruturado para receber ambos os tipos de turistas, o que nos falta ainda é divulgação", falou. Para isso, a Emsetur tem investido cada vez mais em participações em feiras.

Uma mostra de como o estado tem se desenvolvido é a implantação cada vez maior de redes hoteleiras. Em quatro anos novos empreendimentos se instalaram na região, como o Mercure, em Aracaju e o resort Starfish, no município de Barra dos Coqueiros (30 minutos da capital). Atualmente, Sergipe conta com 3500 leitos. Aracaju ainda foi eleita, entre todas as capitais brasileiras, aquela com a melhor qualidade de vida - a pesquisa foi feita pelo Ministério da Saúde – e também apresenta o melhor Índice de Desenvolvimento Humano do Nordeste.

Investimentos – O Ministério do Turismo investiu entre os anos de 2003 e 2009 cerca de R$ 76 milhões em infraestrutura no Estado de Sergipe. Só em 2009 foram mais de R$ 11 milhões. Entre as melhorias foram feitas a revitalização da orla, sinalização turística e implantação do centro de atendimento ao turista. Além disso, o estado também recebeu mais de R$ 21 milhões do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur). A proposta total do programa prevê investimentos de US$ 100 milhões, sendo US$ 60 milhões do BID e US$ 40 milhões do MTur. As prioridades são melhorias na infraestrutura e promoção e gestão ambiental em dois polos: Costa do Coqueiro (Aracaju e mais 11 municípios) e Velho Chico (Canindé do São Francisco).

Estado do Forró – A festa de São João teve início no final de maio com a Salva de São João e se estende até meados do mês de agosto. Os festejos estão espalhados por todos os 75 municípios de Sergipe, porém as mais famosas são o Forró Caju e o Arraial do Povo. O Forró Caju, que começou no dia 18 de junho, termina na terça-feira, dia 29, com uma média 1 milhão de pessoas em seus 12 dias de festa. Segundo Tanit Álvares Bezerra, diretora de Turismo da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Esportes (Funcaju), foram organizadas 150 atrações, sendo 90% formada por artistas locais. O evento reúne mais 150 mil participantes por dia.

fonte:http://www.mercadoeeventos.com.br/script/FdgDestaqueTemplate.asp?pStrResolucao=1280&pStrLink=3,35,0,60372&IndSeguro=0

Ismailon Moraes

Austrália oferece capacitação online para agentes brasileiros

Uma das ações do governo australiano para promoção do país no Brasil é a capacitação dos agentes brasileiros. Por essa razão, disponibiliza aos profissionais o programa Aussie Specialist (Especialista em Austrália). Ele é composto por quatro etapas e é feito totalmente online. "O Aussie Specialist pode treinar um número ilimitado de pessoas e até outubro o curso estará todo em português", contou Daryl Hudson, vice-presidente para as Américas do Tourism Australia.

O vice-presidente explicou que o foco do Tourism Australia no Brasil em 2010 é transformar os agentes de viagem em fortes vendedores do destino. "O Tourism Australia irá contratar um representante local para gerenciar as atividades chaves e ser responsável pelo desenvolvimento e fortalecimento das relações com o trade e a imprensa", acrescentou Hudson. Ele ressaltou que a organização deve também mapear o potencial de consumo do mercado brasileiro e desenvolver programas específicos. "Outra medida será desenvolver o site australia.com para o Brasil e em português", disse.

Para completar o curso online Hudson explica que o tempo gasto dependerá do conhecimento de cada agente, porém a média fica entre sete e oito horas. "Lembrando que ele é dividido em módulos e totalmente adaptável à agenda do profissional", ressaltou. As etapas às quais Hudson se refere são: introdução a Austrália, construção de itinerários, atrações de cada Estado e Território e como utilizar o status de especialista em Austrália como vantagem. Após a realização de todas elas há um exame final.

Outra ação do Tourism Australia, de acordo com Hudson, é trabalhar junto com as companhias aéreas para desenvolver campanhas de marketing para conectar os consumidores com os agentes e ter parcerias chaves no trade. "Para a comunidade Aussie Specialist vamos oferecer diversas opções educacionais, incluindo o Corroboree, nosso evento anual de treinamento, que acontecerá de 10 até 14 de setembro em Hamilton Island, Queensland", afirmou o vice-presidente.

O Corroboree está aberto a todos os agentes que participam do Aussie Specialist e, segundo Hudson, é uma chance de experimentar o destino e estar em contato com mais de 90 produtos ao longo dessa capacitação. Hudson acrescentou que também haverá oportunidades de familiarização com o mercado ao longo do ano.

Ano passado, 25.872 brasileiros visitaram a Austrália. Com as novas ações do Tourism Australia, Hudson acredita que em 2010 o crescimento fique na casa dos dois dígitos percentuais. "O Brasil é um mercado crescente e o número de turistas faz dele o mercado mais importante para nós na América do Sul", completou. Segundo ele, os brasileiros viajam ao local pelo mesmo motivos que outros viajantes, que seria aproveitar a diversidade única que o destino oferece em termos de natureza, animais e aventuras. "Além disso, temos comida e vinhos excelentes, cidades vibrantes e diversas praias", finalizou ele.

Para mais informações sobre o Aussie Especialist, basta fazer o registro no site www.aussiespecialist.com.

fonte:http://www.mercadoeeventos.com.br/script/FdgDestaqueTemplate.asp?pStrResolucao=1280&pStrLink=3,43,0,60367&IndSeguro=0

Ismailon Moraes

Alagoas e Pernambuco tranquilizam turistas: litoral não foi atingido pelas chuvas

Nos últimos dias, diversas cidades dos estados de Alagoas e Pernambuco sofreram com as fortes chuvas, que deixaram milhares de pessoas desabrigadas e alguns municípios completamente destruídos. O fato aconteceu bem na véspera de duas das mais importantes datas para o turismo no Nordeste: o São João, que atrai milhares de turistas para esses destinos, e das férias de julho, que também movimenta o turismo na região.

No entanto, as Secretarias de Turismo dos dois estados já trataram de tranquilizar os turistas que pretendem visitar esses destinos no mês de julho, uma vez que as chuvas não chegaram a afetar as regiões litorâneas. Segundo Danielle Novis, secretária de Turismo de Alagoas, as chuvas atingiram apenas a região chamada Zona da Mata, no interior do estado, onde a atividade turística é pequena. "Em Maceió, por exemplo, não aconteceu absolutamente nada. O nosso litoral não foi impactado com as chuvas", destacou. "Os turistas que planejam visitar Alagoas em suas férias de julho, podem viajar normalmente", complementou.

No caso de Pernambuco, de acordo com a Setur, os hotéis das principais cidades turísticas do estado tiveram lotação perto de 100% durante as primeiras semanas dos festejos do São João. Ainda conforme informações da Secretaria, os turistas que compraram pacotes para as férias de julho para Recife, Porto de Galinhas ou Fernando de Noronha, não devem se preocupar, uma vez que o litoral do estado não sofreu em nada com as chuvas. As cidades de Caruaru, Gravatá e Arco Verde, que também contam com um importante fluxo de turistas, não foram afetadas pelas enchentes, pois estão localizadas em uma região serrana de Pernambuco.

Nos dois estados não houve cancelamento das festas oficiais de São João, que ocorrem normalmente nas cidades turísticas e nas respectivas capitais. Segundo informações da Setur de Pernambuco, o impacto dessas chuvas para o turismo será praticamente zero, uma vez que as cidades atingidas não são turísticas. As chuvas se concentraram, principalmente, na região canavieira do estado, onde a atividade turística é muito pequena.

Já a secretária de Turismo de Alagoas afirmou que, embora ainda não seja possível mensurar o real impacto disso no fluxo de turistas, a queda deve ser praticamente zero. "É obvio que uma situação dessas gera muita expectativa das pessoas que virão para cá. Por isso temos recebido muitos questionamentos nesse sentido, mas posso ressaltar que o tempo hoje em Maceió é muito bom e, assim como outras outras cidades turísticas do litoral alagoano, não foi afetada em nada", disse.

Ajuda - Danielle ressaltou ainda que a Setur, junto com as demais secretarias do estado, estão mobilizadas para a reconstrução das áreas atingidas e apoio às famílias desabrigadas. O órgão, em conjunto com o Maceió CVB, a ABIH-AL, a Abrasel e a SHRBS, está arrecadando mantimentos para ajudar os 22 municípios atingidos. "O trade também está se mobilizando. O problema foi muito sério e neste momento temos que assistir as pessoas", finalizou.

fonte:http://www.mercadoeeventos.com.br/script/FdgDestaqueTemplate.asp?pStrResolucao=1280&pStrLink=3,35,0,60335&IndSeguro=0

Ismailon Moraes

Azul vai recebe mais três E-Jets da Embraer


A Azul Linhas Aéreas Brasileiras recebe da Embraer mais três E-Jets. As novas aeronaves, modelo 195, fazem parte da encomenda de 76 feitas à empresa no começo de 2008, quando a criação da Azul foi anunciada ao mercado. Com isso, a companhia aérea passa a contar com uma frota de 18 E-Jets, sendo dez 190 e oito 195. A primeira das três aeronaves decolou na última quarta-feira de São José dos Campos, onde fica a fábrica da Embraer, para Campinas, onde, em seguida, começou a operar nas rotas servidas pela Azul. As demais devem chegar nos próximos dias.

fonte:http://www.jornaldeturismo.com.br/noticias/aviacao/33768-azul-vai-recebe-mais-tres-e-jets-da-embraer.html

Ismailon Moraes

Comissão Europeia de Turismo lança concurso de jornalismo


A Comissão Europeia de Turismo na América Latina lançou nesta quinta-feira, dia 24, o Concurso CET de Jornalismo 2010. Em sua 21ª edição, a iniciativa visa reconhecer os melhores trabalhos jornalísticos publicados no Brasil sobre os destinos turísticos europeus.

O Concurso CET de Jornalismo 2010 está dividido em seis categorias: “Melhor Reportagem de Jornal Impresso”, “Melhor Reportagem de Revista Impressa”, “Melhor Reportagem sobre Europa”, “Melhor Reportagem de Televisão”, “Melhor Reportagem na Internet” e “Melhor Trabalho Fotográfico”. De acordo com Paulo Machado, presidente da Comissão Europeia de Turismo na América Latina, o concurso visa valorizar a importante contribuição da imprensa brasileira na disseminação de informações turísticas sobre os destinos europeus. “Nosso objetivo é receber inscrições de jornalistas do Brasil inteiro e posicionar o concurso como um dos mais importantes do setor de turismo”, ressaltou.

As inscrições podem ser feitas até o dia 31 de agosto de 2010. Estão aptas a concorrer matérias publicadas entre 1º de setembro de 2009 e 30 de agosto de 2010. As melhores reportagens serão escolhidas por um júri formado por professores de jornalismo e de turismo pertencentes ao quadro de prestigiadas universidades brasileiras. Neste ano, a cerimônia de premiação para os ganhadores do Concurso CET de Jornalismo será realizada na Croácia e os vencedores participarão de um programa especialmente organizado pelo Turismo da Croácia. O anúncio dos vencedores ocorrerá no dia 11 de outubro de 2010.

A companhia aérea TAM, parceira da Comissão Europeia de Turismo na América Latina, será a transportadora oficial dos ganhadores do concurso, oferecendo os bilhetes aéreos. Os interessados em participar do Concurso CET de Jornalismo deverão encaminhar seus trabalhos para os escritórios dos países membros da entidade (Alemanha, Áustria, Espanha, França, Irlanda, Itália, Portugal, Reino Unido, República Tcheca e Suíça). Para solicitar o regulamento e a ficha de inscrição entre em contato pelo e-mail europa@visiteurope.com Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. ou pelo telefone (11) 3151-3686.

fonte:http://www.jornaldeturismo.com.br/noticias/geral/33769-comissao-europeia-de-turismo-lanca-concurso-de-jornalismo.html

Ismailon Moraes

Turismo Médico responde por 18% dos hóspedes internacionais em São Paulo


A cidade de São Paulo está se tornando um dos destinos mais procurados no país por pacientes internacionais que buscam serviços de excelência na área médica. O Turismo Médico já responde por 18% dos hóspedes dos hotéis, que permanecem, em média, 3,3 dias na capital, segundo a SPCVB (São Paulo Convention & Visitors Bureau). A cada US$ 1 gasto em medicina, US$ 8 são gastos com turismo.

Com o objetivo de fomentar ainda mais esse novo mercado, acontecerá entre os dias 25 e 28 de agosto, no Grand Hyatt São Paulo (SP), o “Medical Travel Meeting - Brazil”. Trata-se do primeiro evento internacional sobre o tema no país, que tem como objetivo gerar oportunidades de negócios para operadoras de saúde, brokers e facilitadores internacionais, além de apresentar a excelência da medicina brasileira e de seus hospitais para o mundo.

O encontro, liderado pela Medical Travel Brasil, empresa especializada em Turismo Médico, contará com a presença dos principais players e compradores dos mercados nacional e internacional. As inscrições já podem ser efetuadas por meio do site www.medicaltravelmeetingbrazil.com.

“Medical Travel Meeting - Brazil”

Data: 25 a 28 de agosto
Local: Hotel Grand Hyatt São Paulo
Endereço: Avenida das Nações Unidas, nº 13.301
Programação e inscrições: http://www.medicaltravelmeetingbrazil.com
Twitter: http://twitter.com/mtmbrazil

fonte:http://www.jornaldeturismo.com.br/noticias/sp/33770-turismo-medico-responde-por-18-dos-hospedes-internacionais-em-sao-paulo.html

Ismailon Moraes

Afonso Hamm destaca o potencial do turismo brasileiro para Copa 2014


O mundo está vivenciando o maior evento esportivo – a Copa do Mundo de 2010, que tem como cenário a África do Sul. E o Brasil já está nos preparativos para sediar o mundial de futebol em 2014. A realização desse evento já traz novas expectativas ao país, como a geração de empregos, que segundo o deputado federal Afonso Hamm (PP-RS), que foi presidente da Comissão de Turismo e Desporto, a estimativa é que a Copa deverá gerar mais de dois milhões de empregos formais e informais de 2010 a 2014. O deputado faz esta estimativa baseada em números do Ministério do Turismo e de entidades do setor.

Conforme Hamm, além dos novos postos de trabalho, a copa do mundo fará com que a receita gerada ao país por turistas estrangeiros cresça 55% até 2014. “Existe uma prospecção de crescimento somente de turistas estrangeiros em função da Copa de 2014 no Brasil, durante estes anos com um crescimento superior a 50%. Passando dos R$ 6,3 bilhões de faturamento com turista estrangeiro no Brasil para um faturamento de R$ 8,9 bilhões em 2014”, ressalta Hamm ao enfatizar que praticamente são nove bilhões em crescimento de divisas, de recursos e de riquezas, mas fundamentalmente muitas oportunidades.

Melhorias

O deputado destaca que para a realização de uma Copa com qualidade e que atraia muitos turistas, o Brasil ainda precisa resolver alguns gargalos para alcançar esse crescimento na economia. “Precisamos para conquistar estes números favoráveis uma condição de melhoria na infraestrutura nos aeroportos, qualificação profissional, promover condições para a rede de hotelaria ter infraestrutura adequada para bem receber os turistas estrangeiros e os próprios turistas brasileiros”, detalha Hamm ao enfatizar sobre a certeza de que o Brasil será preparado para organizar com competência o principal evento esportivo do mundo e receber os visitantes com qualidade.

Essas projeções numéricas estão no Documento Referencial Turismo no Brasil 2011/2014, que o ministro do Turismo, Luiz Barretto, lançou no início desta semana, em Brasília. O estudo aponta para a consolidação do turismo como produto de consumo do brasileiro e estima que os desembarques domésticos saltem dos 56 milhões, registrados em 2009, para 73 milhões, em 2014.

fonte:http://www.jornaldeturismo.com.br/noticias/legislativo/33772-afonso-hamm-destaca-o-potencial-do-turismo-brasileiro-para-copa-2014.html

Ismailon Moraes

TAM e Swiss ampliam acordo de codeshare

A TAM e a Swiss, companhias aéreas integrantes da Star Alliance, vão iniciar no dia 28 de junho o compartilhamento de códigos de voo (codeshare) em dois trechos operados pela Swiss: Paris - Zurique e Zurique - Paris. Com isso, as companhias ampliam o acordo de codeshare iniciado em maio de 2009, oferecendo mais conveniência e benefícios aos clientes.

"Nossa parceria com a Swiss ganha agora uma nova dimensão. Esperamos que esse acordo possa estimular ainda mais o tráfego internacional de passageiros entre Brasil e Suíça", afirma o vice-presidente Comercial e de Planejamento da TAM, Paulo Castello Branco. Por meio da nova parceria, os passageiros poderão viajar com a TAM a partir de São Paulo ou do Rio de Janeiro para Paris (Aeroporto Charles de Gaulle) e fazer conexão em voos da Swiss, sob o código JJ*, para Zurique, desfrutando de benefícios como: simplificação de reservas de voos, conexões convenientes com um único bilhete aéreo e despacho de bagagens até o destino final. O acordo também vale para viagens com origem em Zurique, conexão em Paris e chegada em São Paulo ou no Rio de Janeiro.
A TAM e a Swiss já possuem codeshare em quatro diferentes rotas operadas pela TAM a partir de São Paulo: Santiago (Chile), Buenos Aires (Argentina), Rio de Janeiro e Porto Alegre. Com isso, os passageiros da Swiss vindos de Zurique (Suíça) podem fazer conexão com a TAM em São Paulo para seguir viagem a qualquer uma das quatro cidades, aproveitando os benefícios dessa parceria.

Além disso, a TAM mantém acordo de FFP (Frequent Flyer Program) com a Swiss, o que permite aos membros do programa TAM Fidelidade acumular e resgatar pontos em qualquer voo operado pela companhia suíça. Da mesma forma, os membros do Miles & More (programa utilizado pela Swiss) podem acumular e resgatar milhas em todos os voos domésticos e internacionais da TAM.

fonte:http://www.jornaldeturismo.com.br/noticias/aviacao/33776-tam-e-swiss-ampliam-acordo-de-codeshare.html

Ismailon Moraes

Temporada de verão na Suíça atrai turistas para Engelberg

O charmoso vilarejo de Engelberg, localizado a cerca de 90 minutos do aeroporto de Zurique, na Suíça, nesta época é destino certo para aqueles que querem apreciar as paisagens deslumbrantes dos Alpes e se divertir em meio aos campos verdes que ocupam as montanhas durante a estação. Foto divulgação: Vilarejo de EngelbergÀ primeira vista, a cidade datada de 1120 pode parecer um pacato vilarejo do interior, mas Engelberg é uma das cidades mais agitadas no calor com a chegada dos viajantes ávidos por esportes de montanha como treckking, rapel, mountainbike e caminhadas. São mais de 360 quilômetros de campos e vales com rotas bem cuidadas, que contrastam com a neve sempre presente no cume do Monte Titlis, mesmo com o calor. Nesta época do ano, a neve não é ideal para a prática de esqui ou snowboard, mas permite que turistas de toda parte, principalmente indianos e asiáticos, frequentadores assíduos da região, aproveitem para deslizar e brincar na montanha com a principal atração do complexo Titlis Rotair - a neve.

As ótimas opções de restaurantes, lojas e hotéis fazem do complexo um verdadeiro parque de aventuras há mais de três mil metros de altitude. Em apenas 40 minutos e em três etapas de bondinhos chega-se ao cume da montanha. A última fase é feita pelo teleférico Rotair, o primeiro bondinho giratório do mundo que proporciona uma vista singular em 360º graus. Em Engerlberg, as rotas panorâmicas são legendárias e fazem parte do ponto alto de qualquer viajante. Muitos turistas passam por lá exclusivamente para contemplar a paisagem de picos nevados cercados por rios e o encontro do céu com a Terra no alto dos Alpes. Vale ainda conhecer o Iceflyer, um teleférico aberto que literalmente "voa" sobre as geleiras que se estendem pela paisagem. Foto divulgação: Turistas em busca de aventuta no Monte Titlis
Para descansar, o Trübsse Alpine Lodge é uma charmosa e confortável opção, além de ser o único hotel localizado no meio da montanha. Oferece aos hóspedes, café da manhã e atrativos como sauna, biblioteca e um aconchegante espaço para filmes. De lá, é fácil observar pela manhã os primeiros raios do sol e a imensidão de campos verdes com os charmosos chalés que convidam à preguiça e ao descanso em um silêncio absoluto.

À noite, a montanha também reserva experiências incríveis. É possível fazer passeios à pé ou com esqui de acordo com a programação mensal local. Pode-se optar por participar de procissões de esqui com tochas ou descer parte da montanha esquiando e depois tentar resistir à degustação de um legítimo fondue suíço à luz de velas, tendo como palco, a vista deslumbrante das montanhas que cercam a região de Engerlberg e fazem da cidade um dos principais destinos turísticos da terra do chocolate.

Serviço:

Hotel Trübsse Alpine Lodge
Preço: A partir de CHF (Franco Suíço) 130,00 - o equivalente a US$ 117,68*
Inclui: Meia pensão - Café da manhã e jantar
Tel.: ++41 (0)41 639 50 50

Hotel Terrace
Preço: A partir de CHF 100,00 + taxas - o equivalente a US$ 90,52* em apto categoria standart ou duplo, por pessoa.
Inclui: Café da manhã.
Tel: ++41 (0)41 639 50 50

Engelberg - www.engelberg.ch
Titlis Rotair - www.titlisrotair.ch

*(valor sujeito a alteração)

fonte:http://www.jornaldeturismo.com.br/noticias/destinos/33777-temporada-de-verao-na-suica-atrai-turistas-para-engelberg.html

Ismailon Moraes

Promoção Economy vai até final de julho nos hotéis das marcas Tryp e Meliá


Para aqueles que querem viajar em turismo de férias ou a negócios para as cidades de São Paulo, Brasília ou Campinas, nada melhor que aproveitar até 31 de julho/2010, a promoção Economy nos hotéis das marcas Tryp e Meliá da rede Sol Meliá. Os clientes que fizerem suas reservas por meio do site www.solmelia.com, com mínimo de sete dias de antecedência da data do check-in, terão um desconto de 20% sobre a tarifa publicada. O desconto não vale para tarifas promocionais. Aproveite esta oportunidade para escolher o hotel de sua preferência e faça já a sua reserva.

fonte:http://www.jornaldeturismo.com.br/noticias/flashnews/33778-promocao-economy-vai-ate-final-de-julho-nos-hoteis-das-marcas-tryp-e-melia.html

Ismailon Moraes

BNDES ProCopa Turismo é apresentada ao Fohb


O secretário-executivo do MTur, Mário Moysés, participou na última quinta-feira, em São Paulo (SP), da reunião ordinária bimestral da diretoria do Fohb (Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil). O objetivo foi apresentar a linha de crédito BNDES ProCopa Turismo, no valor de R$ 1 bilhão, aos representantes de 27 redes hoteleiras nacionais e internacionais, que compõem o fórum.

Segundo Moysés, o evento foi bastante positivo. “O sentimento e participação dos presentes, bem como as consultas ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), mostram que a linha vai desempenhar papel importante na renovação e modernização do parque hoteleiro brasileiro”, ressaltou Moysés.

A linha de crédito, articulada pelo MTur junto ao BNDES, é voltada para reforma, ampliação e construção de novos hotéis, tendo em vista a Copa de 2014. Com taxas de juros diferenciadas e prazos alongados, a BNDES ProCopa Turismo faz parte do pacote de ações do governo federal para preparar o país para o mundial.

Durante o evento, o gerente do Departamento de Cultura, Entretenimento e Turismo do BNDES, Marcus Vinícius Alves, apresentou as condições da linha de crédito. Entre os pontos destacados, conforme interesse dos dirigentes do fórum, estão as formas de acesso à linha, os prazos de análise do projeto, a análise de risco das empresas, a avaliação das garantias e as certificações no Programa de Eficiência Energética nas Edificações e no Sistema de Gestão da Sustentabilidade para Meios de Hospedagem.

O Fohb tem representatividade nas 12 cidades-sede do mundial, e as redes que o compõem são responsáveis pela operação de mais de 500 hotéis. O evento contou com a participação da diretoria do Fohb e representantes do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial) e da Eletrobrás.

fonte:http://www.jornaldeturismo.com.br/noticias/hotelaria/33781-bndes-procopa-turismo-e-apresentada-ao-fohb.html

Ismailon Moraes

Senado analisa lei que visa diminuir acidentes com aves em aeroportos


O projeto de lei com o objetivo de reduzir o risco de acidentes decorrentes da colisão de aeronaves com pássaros (PLC 74/09) voltou a ser pautado para a reunião da próxima terça-feira (29) da Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMO) do Senado.

De acordo com o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), os três maiores aeroportos brasileiros registram média de oito ocorrências entre aviões e aves a cada mês. O Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro, lidera a lista de aeronaves que se chocam com pássaros. Em 2008, foram 50 registros. Aparecem, em seguida, os Aeroportos Internacionais de Guarulhos, com 25 registros, e o de Congonhas, com 16, ambos em São Paulo.

De autoria do deputado Deley (PSC-RJ), o projeto (PLC 74/09) já foi votado pela Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) e, depois da CMA, será enviado ao exame da Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI), que o analisará em decisão terminativa.

fonte:http://www.jornaldeturismo.com.br/noticias/legislativo/33792-senadoleiavesaeroporto.html

Ismailon Moraes

Otimismo do setor náutico catarinense marca a abertura da Exponautica 2010

Foi aberta oficialmente, dia 24 de junho, a segunda edição da Exponautica. A feira, que ocorre na Marina Píer 33, em Biguaçu (SC), até domingo, dia 27 de junho, reuniu na solenidade de abertura autoridades federais e estaduais, além da comunidade e dos representantes do municipio. Todos festejaram a possibilidade de tornar a cidade um pólo de negócios no setor de lazer náutico. A persistência dos organizadores em apostar em uma feira pioneira na região foi destacada por todos, a começar pelo presidente da Associação Catarinense de Marinas, Garagens Náuticas e Afins (Acatmar), Luiz Lunardelli. Segundo ele, a aposta foi acertada, já que o evento já está fomentando o setor de construção naval de lazer. “Depois da primeira Exponautica, dois novos estaleiros já se instalaram na cidade. Em breve teremos outros”, afirmou.

O prefeito de Biguaçu, José Castelo Deschamps também fez um apelo, durante a sua fala, para a aprovação da vinda do estaleiro da OSX, o que, segundo ele, representará uma profunda transformação na característica local. O vice-prefeito, Ramón Wollinger, lembrou que o lema desta administração é a gestão e o desenvolvimento sustentável para todos. “A feira mostra as tendências e também capacita os trabalhadores, com o projeto do SENAI. Isso mostra que Biguaçu caminha para tornar-se pólo náutico do Estado e do Sul do Brasil”. O Secretário de Cultura, Esporte, Turismo e Lazer de Biguaçu, Douglas Borba, agradeceu o apoio recebido para a realização da feira na cidade e não deixou de destacar os motivos pelos quais o município está se tornando referência nesse setor. “Agora podemos afirmar: somos uma cidade voltada para o mar”, completou.

O evento expõe para um mercado promissor os últimos lançamentos de lanchas, embarcações e equipamentos náuticos de última geração, além de produtos e serviços focados nos visitantes da feira. Expositores de peso como Schaefer Yachts, Bombardier - Mega Jet, Citimarra Universo Náutico, Equinautic, Estaleiros Mac Gerald, Eco Invest, Aymore Financiamentos, Eletrosul, Chrysler – DVA Automoveis, Evolve Boats, Fibrafort - Mega Jet, Find Me, Flexiteek by GMS, Teka Sintetica, Fs Boats, Garagens Náuticas e Afins, Beco Castello, Dodge – DVA Automoveis, Navis, Racon Consórcios Náuticos, Singular Boats, SENAI, Sungless, Gamper, dentre outras importantes marcas vêm agregar valor a feira náutica.

“Entramos no calendário nacional de feiras deste porte e para este nicho de mercado que vem crescendo a cada ano”, explica Ivan Gogolevsky, um dos produtores do evento. “Eventos como a Exponautica, além de aumentar o fluxo turístico da região num período de sazonalidade, coloca Biguaçu como uma referência no setor náutico no Sul do Brasil”, completa.

Atrações

Concebida para atrair consumidores deste vasto e democrático segmento, a Exponautica 2010 teve um crescimento de 30% em relação ao ano passado. A feira tem praça de alimentação, programação artística e cultural, competições esportiva, exposições de carros e motos, e até uma ação social através do projeto Navegando com Deus, que há cerca de quatro anos leva assistência social, saúde bucal e lazer a comunidades ribeirinhas do litoral brasileiro.

O Rio Biguaçu ainda vai receber o I Festival Exponautica de Canoagem Havaiana, neste sábado de Exponáutica, uma competição entre estas embarcações de origem milenar, que são impulsionadas com remadas belamente sincronizadas por 6 atletas. Além da competição, serão oferecidas aulas de canoagem havaiana nos dias 25 e 27 de junho. A beleza da Foz do Rio Biguaçu com a exuberância das belas Canoas Havaianas devem ser um show à parte durante a Exponautica 2010, que ainda terá uma sessão de autógrafos nesta sexta-feira com o nosso esportista catarinense, campeão brasileiro de vela e 6º no ranking mundial, Bruno Fontes.

fonte:http://www.jornaldeturismo.com.br/noticias/destaques/33794-otimismodosetornauticocatarinensemarcaaaberturadaexponautica2010-.html

Ismailon Moraes

Varig terá voos para Barbados a partir de sábado


A Varig, que opera os voos internacionais mais longos da Gol, iniciará no próximo sábado uma ligação direta entre o Brasil e Bridgetown, na ilha de Barbados. A operação será semanal, realizada aos sábados. “Seremos a única companhia aérea brasileira a operar voos para Barbados”, diz Claudia Pagnano, vice-presidente de Mercado da Gol. “Nossa operação vai reduzir em muitas horas o tempo de viagem dos brasileiros que visitam o destino, já que, hoje, a opção de rota mais conveniente passa pelos Estados Unidos”.

O novo voo sairá do Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos às 16h35 (horário local) no sábado e chegará em Bridgetown, Barbados, às 21h15 (horário local). O voo de volta partirá às 22h (horário local), retornando ao Brasil no domingo, às 04h35 (horário local). O serviço Varig incluirá a classe econômica e a classe Comfort.

Barbados é uma ilha do Caribe e faz parte das Antilhas Menores. Com clima tropical e avançada infraestrutura, atrai turistas a negócios e em viagens de lazer durante o ano todo. A Gol firmou uma grande parceria com operadoras de turismo especializadas em Caribe para realizar a venda de pacotes para Barbados. Os bilhetes para o novo destino Varig também podem ser adquiridos pelo site da Gol (www.voegol.com.br), por meio da Central de Relacionamento com os Clientes ou via agentes de viagem.

fonte:http://www.jornaldeturismo.com.br/noticias/aviacao/33785-varig-tera-voos-para-barbados-a-partir-de-sabado.html

Ismailon Moraes

Abertas inscrições para estudar e trabalhar nos Estados Unidos

Que tal aperfeiçoar a Língua Inglesa podendo trabalhar em hotéis, restaurantes, estações de esqui, entre outros lugares? A World Study proporciona essa oportunidade através de seu programa True EUA e abre inscrições para universitários que desejam estudar e trabalhar no país durante as férias universitárias de verão. As vagas são limitadas e embarque acontece em novembro/dezembro. Atualmente, os Estados Unidos é um dos destinos mais procurados pelos intercambistas do mundo todo devido as suas diversas atrações como parques temáticos, estações de esqui, cassinos, restaurantes, entre outros.

Através do True EUA os alunos, com idade entre 18 e 26 anos, poderão conhecer e conviver nesse país, durante três meses, obtendo licença para trabalhar, legalmente nos Estados Unidos. Como resultado, o intercambista vive uma experiência diferenciada, convivendo com os costumes americanos, estando mais preparado para o mercado de trabalho e conquistando um diferencial profissional e pessoal inigualável.

Interessados em realizar o programa devem ligar para (51) 3342.2550 ou mandar e-mail para portoalegre@worldstudy.com.br Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

fonte:http://www.jornaldeturismo.com.br/noticias/agviagens/33789-abertas-inscricoes-para-estudar-e-trabalhar-nos-estados-unidos.html

Ismailon Moraes

Sudeste brasileiro é destaque da Casa Brasil

Um dos motes da Casa Brasil, espaço montado em Joanesburgo, África do Sul, durante a Copa do Mundo 2010, é mostrar os atributos do Brasil, país que sediará a Copa do Mundo 2014, aos moradores e visitantes que acompanham o torneio mundial de futebol. Integrando a programação da Casa Brasil, será realizada nesta quinta-feira a Noite Regional Sudeste, intitulada “Brazil Southeast Evening Celebration”, que contemplará os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, cujas capitais serão sedes da Copa do Mundo em 2014. O objetivo é mostrar toda a diversidade do Sudeste brasileiro em uma noite especial com apresentações culturais, música e gastronomia.

A Noite Regional Sudeste é promovida pelas Secretarias Extraordinárias da Copa do Mundo 2014 das cidades de Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro, e contará com um coquetel ao som de bossa nova e samba de raiz, com apresentação do Trio Musical do Butequim do Rio – atração do bar temático alusivo à cidade carioca criado em um restaurante na Praça de Melrose Arch, em Joanesburgo. Em seguida, no auditório da Casa Brasil, os convidados assistirão a uma apresentação audiovisual interativa dos respectivos destinos turísticos, produzida especialmente para o evento pelo grupo F.A.Q Pindorama Brasil. A apresentação “Pindorama Remix”, que mistura tecnologia, música e imagem, mostrará o Brasil desde a sua descoberta, passando pelo Brasil-Colônia, a Estrada Real e os personagens históricos, até os dias atuais. “Essa performance multimídia levará informações sobre as três cidades de maneira comunicativa, vanguardista e moderna”, destaca Stella Kleinrath, da Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo 2014 de Belo Horizonte, responsável pela programação da Noite Regional Sudeste.

O público esperado para a Noite Regional Sudeste, marcada para ser realizada das 19h às 22h, é de aproximadamente 400 pessoas e, entre os convidados, estão integrantes da Fifa, representantes de delegações estrangeiras e do governo local, além de fornecedores, mídia internacional e brasileira. O evento é parte da programação da Casa Brasil.

A Casa Brasil é uma parceria entre os Ministérios do Esporte, do Turismo, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, da Ciência e Tecnologia e das Relações Exteriores, Apex (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Finep (Financiadora de Estudos e Projetos, Secom (Secretaria de Comunicação da Presidência da República), o Comitê Organizador Local da Copa Fifa de 2014 no Brasil e as doze cidades sede brasileiras.

Serviço

Casa Brasil África do Sul – Brazil Sensational Experience
Local: Sandton Convention Centre – Joanesburgo
Maude Street
Sandton 2196, Johannesburg, South Africa

Período de Funcionamento: Até 11 de julho
Horários de funcionamento:
Diariamente das 14h às 18h – aberta ao público
Diariamente das 19h às 22h – aberta para convidados para eventos

fonte:http://www.jornaldeturismo.com.br/noticias/brasil/33748-sudeste-brasileiro-e-destaque-da-casa-brasil.html

Ismailon Moraes

Azul terá novos voos entre Campinas e Fortaleza na alta temporada

De 1º de julho a 8 de agosto, a Azul vai introduzir duas novas frequências entre Fortaleza e Campinas para atender a demanda de alta temporada. Com isso, a companhia aérea vai ter novos voos partindo pela manhã de Campinas, 8h06 com chegada a Fortaleza às 11h30, e com saída às 13h35 e chegada à capital cearense às 16h48. No sentido contrário, as novas frequências partem todos os dias às 12h de Fortaleza, com chegada em Campinas às 15h20, e às 17h18, com chegada em Viracopos às 20h35. A Azul tem mais dois voos por dia entre as duas cidades e a partir de Campinas oferece conexões para os outros 19 destinos servidos pela empresa.

A Azul começou a voar no dia 15 de dezembro de 2008, inicialmente ligando Campinas a Porto Alegre e Campinas a Salvador, em frequências diárias, sem escalas. Hoje a nova companhia aérea conecta 21 destinos: Campinas, Porto Alegre, Curitiba, Maringá, Navegantes, Florianópolis, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Campo Grande, Vitória, Salvador, Recife, Maceió, Fortaleza, Natal, Manaus, Goiânia, Porto Seguro, São Paulo, Cuiabá e, em agosto, Brasília. Com as linhas de ônibus, são 25 as cidades conectadas pela Azul. A companhia é a única com uma frota de jatos 100% brasileira, os modernos E-Jets fabricados pela Embraer. Atualmente a Azul conta com uma frota composta por dez aeronaves Embraer 190 e seis Embraer 195.

Informações e reservas:

As tarifas são sujeitas a restrições e disponibilidade de assentos. As passagens aéreas podem ser compradas pelo site da empresa www.voeazul.com.br ou nas principais agências de viagem.

fonte:http://www.jornaldeturismo.com.br/noticias/aviacao/33774-azul-tera-novos-voos-entre-campinas-e-fortaleza-na-alta-temporada.html

Ismailon Moraes

Alunos de Pedagogia da FAP - Teresina visitam São Raimundo Nonato - PI

Entre os dias 04 a 06 de junho, os alunos do curso de Pedagogia da FAP desenvolveram atividades em São Raimundo Nonato, orientados pelo professor Carlos Alberto Medino, na disciplina Arte e Educação com o projeto Educação, Arte e Cultura. A atividade aconteceu em São Raimundo Nonato.

Os alunos visitaram os principais pontos turísticos da cidade, bem como a Serra da Capivara, a cerâmica e o centro histórico da cidade. Todas essas atividades contaram com o apoio do grupo de guias da cidade, mediando a realização dos objetivos propostos pelo projeto e culminou com a vivências e reflexões relacionadas aos temas discutidos em sala de aula.

O objetivo deste evento foi analisar as diferentes formas artísticas em São Raimundo Nonato, conhecer os principais pontos turísticos da Serra da Capivara, Observar a arte do centro histórico, a cultura da cidade de São Raimundo Nonato e refletir sobre a Serra da Capivara como patrimônio histórico do nosso Estado e da Humanidade.

fonte:http://www.portalfap.com.br/noticia.php?id=0000000574

Ismailon Moraes

Aluna da FAP - Teresina desenvolve pesquisa em Esperantina - PI

A acadêmica do 8º período do Curso de Turismo da FAP, Lidiane Rodrigues Ventura, realizou uma pesquisa sobre as perspectivas de desenvolvimento turístico do município, relacionada ao Parque Ecológico Cachoeira do Urubu. O trabalho foi realizado em Esperantina. Segundo a estudante o objetivo geral desta pesquisa é analisar a possibilidade do desenvolvimento turístico do municipio, além de levantar todas as suas potencialidades, verificando ainda os pontos positivos e negativos existentes na região. Lidiane Ventura utilizará os resultados obtidos na pesquisa em sua monografia da Faculdade, que tem o acompanhamento de sua mestre e orientadora, professora Gracimar Cunha Tavares.

Para o coordenador do curso de Turismo, Ricardo Gomes, é se suma importância esse tipo de atividade. “O curso de Turismo da FAP trabalha bastante o incentivo ao desenvolvimento do turismo do Estado do Piauí, demonstrando que nossos alunos estão em consonância as necessidades do Estado, logo, sendo bem preparados para tal”, afirmou ele.

A estudante escolheu a cidade de Esperantina para realizar a sua pesquisa por causa dos festejos e do carnaval fora de época, realizada no período da Semana Santa. “O que me levou a escolher Esperantina para desenvolver este estudo, foi o parentesco que tenho nesta bela cidade, além de sempre participar das festividades que acontecem aqui, mas sempre venho com um olhar turístico voltado especialmente para a perspectiva de desenvolvimento deste município”, declarou a estudante.

fonte:http://www.portalfap.com.br/noticia.php?id=0000000600

Ismailon Moraes

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Obras no aeroporto Petrônio Portella, em Teresina - PI terão início ainda este mês

O deputado federal Ciro Nogueira (PP PI) anunciou na tarde desta quarta-feira (23) que as obras para a modernização do Aeroporto de Teresina Ministro Petrônio Portela, na zona norte da cidade estão prestes a serem iniciadas. Segundo o deputado, até o final deste mês as obras terão início de acordo com o cronograma disponibilizado pela Infraero. O deputado ainda informou que está cobrando o estudo encomendado pelo ministro Nelson Jobim sobre as instalações que darão maior segurança para pousos e decolagens no aeroporto. "Acredito que com essas ações iremos melhorar as condições do aeroporto", afirma Ciro Nogueira em seu twitter.

As informações foram repassadas ao deputado pelo Superintendente Regional do Nordeste, Fernando Cunha Filho.Confira documento da Infraero com cronograma de datas e informações sobre a obra. Informações do andamento da instalação do Modulo Operacional no AEROPORTO DE TERESINA – SENADOR PETRÔNIO PORTELLA.

Objeto - Fornecimento de MOP para implementar novas salas de embarque e desembarque do Terminal de Passageiros e Reforma e Ampliação da edificação existente do Terminal de Passageiros do Aeroporto de Teresina – SBTE.

DADOS DO TERMINAL EXISTENTE

Área do Terminal de Passageiros existente = 3080 m²
Capacidade atual = 250.000 pax/ano
Demanda atual (2008) = 466.034 pax/ano
Níveis operacionais = 01

DADOS DO MÓDULO OPERACIONAL DE EMBARQUE CONJUGADO AO BACK-OFFICE

Área do MOP de Embarque = 828 m²;
Facilidades: Banheiros; Áreas Comerciais, longarinas, ar condicionado, Sistema Informativo de Voos, Sistema de Controle de Acesso, Sistema de Detecção e Alarme de Incêndio, Sistema de TV Vigilância e Sistema de Som.

DADOS DO MÓDULO OPERACIONAL DE DESEMBARQUE

Área do MOP de Desembarque = 562,50m²;
Facilidades: Banheiros; Áreas Comerciais, longarinas, ar condicionado, Sistema Informativo de Voos, Sistema de Controle de Acesso, Sistema de Detecção e Alarme de Incêndio, Sistema de TV Vigilância e Sistema de Som.

PRAZO DA INSTALAÇÃO

Emissão de OS previsto para - 28/jun/2010 (dependendo de avaliação documental a OS ocorrerá até dia 08/07/10)
Entrega da OBRA - 28/nov/2010
Recebimento Definitivo - 28/dez/2010

fonte:http://www.tvcanal13.com.br/noticias/obras-no-aeroporto-petronio-portellaem-teresina-terao-inicio-ainda-este-mes-107684.asp

Ismailon Moraes

Estudo aponta para crescimento do turismo brasileiro

O turismo nacional poderá chegar a 2014, ano de realização da Copa do Mundo no Brasil, comemorando a geração de 2 milhões de ocupações no setor, entrada de R$ 8,9 milhões em divisas internacionais e 73 milhões de desembarques domésticos. Essas são algumas projeções contidas no Documento Referencial Turismo no Brasil 2011/2014, que o ministro do Turismo, Luiz Barretto, lança hoje (21), em Brasília, durante reunião do Conselho Nacional de Turismo (CNT).

“O Turismo vem apresentando resultados positivos nos últimos anos, refletindo os indicadores favoráveis da economia brasileira. Por isso, trabalhamos com projeções otimistas e com a convicção de que o Brasil chegará a 2014 preparado para organizar com competência o principal evento esportivo do mundo e receber os visitantes com qualidade”, afirma Luiz Barretto.

O documento, que será encaminhado para os candidatos à Presidência da República, foi construído pelas principais entidades e lideranças do turismo nacional. Apresenta uma avaliação sobre o dinamismo do setor dentro do ambiente econômico nacional e internacional e se antecipa aos principais desafios que a iniciativa pública e a privada terão para preparar o turismo brasileiro para a Copa do Mundo de 2014.

O estudo aponta para a consolidação do turismo como produto de consumo do brasileiro. Estima que os desembarques domésticos saltem dos 56 milhões, registrados em 2009, para 73 milhões, em 2014. Projeta também a geração de 2 milhões de empregos formais e informais de 2010 a 2014. A entrada de divisas internacionais deverá crescer 55%, no mesmo período, subindo de R$ 6,3 bilhões para R$ 8,9 bilhões no ano de realização da Copa no Brasil.

A elaboração do documento foi coordenada por um Comitê Gestor, formado por representantes do Ministério do Turismo (MTur), Embratur, Conselho Nacional de Turismo e Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo (Fornatur). O trabalho contou com apoio de consultores da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e utilizou indicadores do IBGE, Banco Central, Ministério do Trabalho e Emprego, Infraero, entre outros.

fonte:http://ecoviagem.uol.com.br/noticias/turismo/turismo-nacional/estudo-aponta-para-crescimento-do-turismo-brasileiro-12211.asp

Ismailon Moraes

Redes de hospedagem solidária ajudam a abrigar turistas na Copa

Ainda sob influência da crise econômica que abalou os cinco continentes em 2009, a primeira Copa do Mundo na África começou com um número de turistas abaixo do previsto – as projeções mais otimistas beiram os 300 mil visitantes, enquanto o número inicial esperado era de 500 mil – e com muitas vagas em hotéis, campings e albergues. Por outro lado, sites que promovem acomodação gratuita aos visitantes estão sobrecarregados com a grande procura durante o evento.

A ideia das redes sociais de “troca de hospitalidade” (em inglês, hospitality exchange) começou muito antes da internet, em 1949, quando o norueguês Bob Luitweiler fundou a Servas Open Doors, entidade para promover a hospedagem solidária e solidariedade a viajantes. Atualmente, pelo computador, os usuários interessados criam uma conta em uma das redes existentes com o intuito de receberem hóspedes em suas casas e serem hospedados por outros membros quando viajarem. Com isso, além de economizarem em seus orçamentos – já que a acomodação deve ser gratuita – os turistas têm a oportunidade de conhecer o lugar pelos olhos de um morador local, absorvendo mais da cultura e da história da região visitada. Atualmente, a comunidade mais abrangente e com o maior número de usuários registrados é o CouchSurfing, com quase 2 milhões de membros espalhados pelo mundo. Porém, nas oito cidades-sede da Copa, existem cerca de 1,5 mil usuários registrados no portal, um número pequeno em relação à quantidade de membros estrangeiros que estão recorrendo ao site para conseguir acomodação gratuita.

“Eu ouvi dizer que fazer couchsurfing [literalmente, “surfar um sofá”] durante a Copa do Mundo seria impossível por causa do grande número de pessoas buscando acomodação. Mas, pelo visto, está funcionando”, diz o norte-americano Sam Arkin, antigo membro da rede, ao Opera Mundi. Sam não teve a sorte de encontrar um sofá disponível e está dormindo no chão de um hotel em Durban com os amigos para manter a viagem dentro do orçamento.

Em Durban, cidade palco do jogo Brasil x Portugal, cerca de apenas 40% das vagas nos hotéis estão sendo ocupadas pelos turistas, enquanto os membros das redes de troca de hospitalidade estão tendo dificuldades para responder todos os pedidos de acomodação que recebem diariamente. Do outro lado do país, as coisas não são diferentes. Hannes Mouton, moradora da Cidade do Cabo, atingiu o limite da capacidade de sua casa para o período da Copa do Mundo já em janeiro deste ano. A procura foi tanta que ela se viu obrigada a deixar o aviso em seu perfil de que não poderia acomodar nenhuma pessoa além das que já a haviam procurado ainda em 2009.

“Eu não tenho espaço sobrando para o período da Copa, desculpem-me. Minha caixa de entrada tem estado superlotada com os pedidos”, afirma Shafi “Frootloop”, como é conhecido na rede, também morador da Cidade do Cabo. Em Porto Elizabeth, Elaine Whitcher considera “sortudas” as pessoas que foram rápidas o suficiente para conseguir acomodação em sua casa e explica que não poderá considerar a possibilidade de receber mais ninguém até o fim do mundial. Ela está no grupo de usuários que começaram a se sentir incomodados com a insistência dos visitantes e deixa claro em seu perfil que não há mais vagas em seu sofá.

O casal Paul e Dawn van der Byl, moradores de Joanesburgo, cidade mais movimentada do torneio e com hotéis praticamente lotados, deixou um recado curto e grosso em sua página para evitar mais mensagens indesejadas: “Missão atual: não ficar irritado com os pedidos de acomodação para a Copa do Mundo quando seu perfil diz que não há disponibilidade”.

Publicidade


Com o número de pedidos de acomodação absurdamente acima do normal, alguns membros das redes de troca de hospitalidade estão aproveitando o momento único da primeira Copa na África para promover suas empresas ou conseguir algum favor em retribuição.

É o caso do sul-africano Steve Theunissen, que aproveitou a alta procura por hospedagem em Durban para se inscrever no CouchSurfing e facilitar próxima viagem, em julho: ele sonha em conhecer o Brasil. O turista deixa claro que está disposto a aceitar visitantes brasileiros caso os mesmos ofereçam suas casas para o período em que estiver no país. Além de já ter confirmados a presença de três brasileiros, ele também aceitou receber um americano em troca de dois ingressos extras para a partida entre Brasil e Portugal, a mais disputada na cidade.

Embora membros desse tipo sejam minoria, Steve não está sozinho. William Kwaku Opoku, de Pretória, por exemplo, está utilizando sua conta no Hospitality Club, outra rede online de hospedagem, para promover a agência de turismo que gerencia, oferecendo seus serviços para ajudar os visitantes a encontrar hotéis próximos, alugar automóveis para passeio e agendar viagens pela África do Sul, sem citar a possibilidade de acomodar pessoas gratuitamente em sua casa.

Permuta

Já Derek Serra, da Cidade do Cabo, foi além. Em lugar de oferecer trocas ou recomendar serviços, o sul-africano nega qualquer pedido de hospedagem durante a Copa do Mundo, mas aluga seu trailer para grupos de uma a quatro pessoas por uma quantia entre vinte e quarenta dólares por dia. “Eu poderia encher todo um hotel com os pedidos que recebi até hoje. Então, estou sem acomodação do dia primeiro de junho ao dia 11 de julho”, avisa. A ideia não foi só dele. Em Durban, Graeme Mercer abandonou o clima de Copa do Mundo e partiu com a família para uma viagem à Europa, enquanto um amigo ficou responsável por gerenciar os pedidos por acomodação e receber os visitantes em sua casa, que podem alugar um dos três quartos disponíveis. “Os preços ainda estão entre os mais baixos em Durban”, diz, sem revelar o valor cobrado.

fonte:http://operamundi.uol.com.br/noticias/REDES+DE+HOSPEDAGEM+SOLIDARIA+AJUDAM+A+ABRIGAR+TURISTAS+NA+COPA_4697.shtml

Ismailon Moraes